"Entre"   

Ilhados e tendo o peso dos seus corpos confundidos, o espetáculo "Entre" revela o impasse entre dois bailarinos. Quando um está no chão, o outro está no ar, e assim buscam uma dança entre o ar e o chão (o céu e a terra), ou talvez um encontro.

" O Avesso da Sombra"

Algo atrás do que não se vê, escondido no Avesso da Sombra. Este espetáculo trabalha a suspensão não só do corpo, mas da imagem, propondo o avesso de maneira lúdica. Subir e descer, subir e descer até que se dê lugar ao trançar das pernas...

"Visto de Cima"                                                                                                                                                                                                                        

Dois bailarinos dançam na parede fazendo dela seu chão. Dependurados, criam uma atmosfera de ilusão em que parecem perder a gravidade. Entre corridas e saltos, mais parecendo flutuar, constroem uma dança vertical, estabelecendo com o público uma cumplicidade através da leveza.

"Ela Vestida"

Fruto de uma parceria entre a artista plástica e poeta Julia Panadés  e a bailarina Roberta Manata (da Companhia Suspensa) ELA VESTIDA é uma instalação coreográfica articulada entre dança, desenho e a literatura. O poema “Ela desfazia o que tecia como oferta ao recomeço” é aciona o campo experimental, um desenho vermelho é composto por adição, e então decomposto, recolhido, subtraído até o espaço ser esvaziado num ritual cíclico, que tende ao recomeço. A cada montagem a instalação é redesenhada com relação ao espaço dado. Vãos arquitetônicos, galpões, auditórios e locais de passagem já receberam esta instalação coreográfica.