De Peixes e Pássaros é tecido sobre imagens/ pinturas de Marc Chagall e situações-memórias dos intérpretes criadores.

As “paisagens” chagallianas, assim como as cenas que dividem o espetáculo, são povoadas por personagens que voam, seres que se metamorfoseiam em pássaros, peixes, e touros, homens e mulheres em festa ou luto; artistas de circo, bailarinas e músicos, configurando universos de humor e melancolia, fuga e leveza. A espacialidade do espetáculo propõe uma subversão do lugar como dado concreto, permitindo por exemplo, que um trapézio possa ser uma porta, um balanço ou o ombro do pai. Três balanços (trapézios), três bancos, um colchão, e uma cabeça de touro formam o conjunto dos materiais em cena.

Você não possui suporte a Flash

Ficha Técnica

DIREÇÃO E DRAMATURGIA: Tarcísio Ramos Homem;

ARTISTAS CRIADORES: Lourenço Marques, Patrícia Manata, Tana Guimarães;

OBJETOS E FIGURINOS: Suzana Bastos e Ana Vaz;

CABEÇA DE TOURO: Eduaro Felix;

TRILHA SONORA: Lênis Rino;

ILUMINAÇÃO: Leonardo Pavanello;

TEXTO EM CENA: Rodrigo Naves;

FOTOS: Guto Muniz;

PRODUÇÃO: Sheila Katz

VOLTAR

VOLTAR